Personagens - Lúcia



Lúcia somente chegou com a terceira edição do livro Amiga Lata, Amigo Rio, sendo apresentada no capítulo que mais foi modificado pelo autor. O personagem Mino foi trocado por Lúcia e praticamente todas as falas dos personagens foram refeitas.


“_ Mas o que eu e meus amigos podemos fazer, se quem manda são os adultos? - indagou Lúcia, sentando na grama.”


“O texto, assim como todos nós, estamos em um constante processo de mudança, de aperfeiçoamento. A Lúcia nasceu pois acho que a literatura precisa de mais fortes vozes femininas, personagens de ação, empoderadas, que nos ajudem a desejar um mundo mais equilibrado.”, diz o autor.


Este capítulo faz uma homenagem ao autor Monteiro Lobato, uma das referências de Thiago. Narizinho, cujo nome também é Lúcia, conversa com um peixe na beira de um riacho, no início da obra Reinações de Narizinho. “É como se os dois livros se tocassem nas águas deste rio”, completa Cascabulho.


A menina Lúcia é a representação de todo o potencial mobilizador da criança em estado bruto. Ela é compreensiva, criativa e cheia de atitude. É o elo entre o plano literário e cada menino e menina, leitores do livro e participantes do Projeto Douradinho. Não é a toa que o livro se fecha com uma fala dela, pois serão as crianças as responsáveis por levar a mensagem do Douradinho adiante - começando por Lúcia antes de passar para o mundo real.