Primeira semana de formações no Doce

June 21, 2017

Na terça (13/06) e quarta-feira (13/06) da semana passada o administrador Eduardo Rocha e o biólogo Ricardo Abrahão, fundadores do Instituto Pelo Bem do Planeta, responsável pelo Projeto Douradinho na bacia do Rio Doce, realizaram 2 encontros para capacitação de educadoras, em Ipatinga (MG) e Colatina (ES).

 

Nestes momentos de engajamento e preparação para todas as atividades que projeto propõe, as educadoras são encorajadas a levar para as suas salas de aula a temática ambiental, pensando, sentindo e agindo com seus alunos em defesa dos rios e matas ciliares.

 

 

 

Em Ipatinga estiveram presentes cerca de 75 educadoras, que por duas horas compartilharam relatos profundos de experiência com a natureza local e preocupações com o consumo consciente. Já em Colatina, na Faculdade Castelo Branco, 80 educadoras de diferentes seguimentos e unidades escolares demonstraram muito interesse na Etapa 2 do projeto, a Gincana Play the Call, e as suas ações de impacto real.

 

“As vivências desta semana foram profundas, de grande aprendizado. É o início de um longo processo de formação de coletivos e agentes transformadores de suas comunidades”, diz Eduardo Rocha, coordenador da Capacitação.

 

 

Na região do Rio Doce, o Projeto Douradinho conta com a parceria da Fundação Renova, o patrocínio da Brazil Foundation e da BVSA. Para Ricardo Abrahão, presidente do Instituto Pelo Bem do Planeta, o Projeto Douradinho quer fazer parte da agenda anual das escolas da bacia do rio Doce.  “No dia 05 de novembro queremos fechar o Douradinho 2017 com mais motivos para celebrar do que para lamentar os 2 anos do desastre.”
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload