Nosso caminho até 2019



O peixe cascudo Douradinho nasceu em outubro de 2001, quando me propus o desafio de escrever uma história que falasse do meu amor pelos rios. A narrativa deveria apresentar conteúdos importantes, mas com leveza e poesia. Minha intenção foi criar uma obra que se encontrasse em equilíbrio entre o didático e o literário, sendo ao mesmo tempo ferramenta e flor.


Em 22 de março de 2002, patrocinado pela extinta ONG Vale do Paraíba, lancei a primeira edição do livro “Amiga Lata, Amigo Rio”. Desde então este meu “filho mais velho” me puxa pelas mãos. São 18 anos de carreira na estrada com o Projeto Douradinho, em luta pela natureza, educação e cultura.


“Amiga Lata, Amigo Rio” chegou na sua terceira edição com 83 mil exemplares distribuídos gratuitamente para escolas públicas de mais de 300 cidades de 14 estados. Foi traduzido para o espanhol, inglês e chinês e adaptado para o teatro duas vezes. A segunda adaptação teatral, um musical feito pelo Coletivo Teatral Sala Preta, completou 10 anos em cartaz este ano.


O Projeto Douradinho, que inicialmente era apenas um autor contando sua história mais amada para seus leitores, ganhou corpo com a experiência na estrada. Hoje é um programa de educação ambiental e incentivo à leitura que, por meio da leitura e debate, e com uma proposta pedagógica bem definida, promove a realização de ações de impacto socioambiental nas comunidades escolares. Agradeço a parceria das muitas empresas que nos patrocinaram ao longo dos anos, as secretarias municipais de educação e cultura, do incentivo do Governo Federal, a direção de todas as escolas que nos recebem sempre de braços abertos e ao Instituto Pelo Bem do Planeta, que vem ampliando o impacto do projeto desde 2016.


Como escritor, tive oportunidade única de conhecer de perto as diversas realidades das escolas Brasileiras, de algumas capitais e de muitos interiores, e conversar com centenas de educadoras e crianças, que me influenciaram na produção de meus outros 7 livros e na jornada do projeto. Graças ao Douradinho participei algumas vezes da Festa Literária Internacional de Paraty e, em 2018, tive a honra de levar nossos aprendizados para o Fórum Mundial da Água em Brasília.